terça-feira, 24 de janeiro de 2017

ATIVIDADES PARA BERÇÁRIO


Brincar é uma maneira de fazer com que o bebê passe a conhecer a si mesmo, a se comunicar com os que estão a sua volta e crescer saudável e feliz.  Neste post, segue sugestões de atividades a serem desenvolvidas no dia-a-dia com bebês de 0 a 1 ano e meio. 

Estimulação mês a mês 

De 0 a 1 mês 

No momento em que o bebê estiver acordado no berço, chamar pelo seu nome de forma agradável, que o surpreenda, sem assustá-lo. Repetir o seu nome, acariciar sua cabecinha e acrescentar palavras de carinho; Brincar de ‘O ciclista’, dobrar e esticar suas pernas; Colocar no bebê um sapatinho musical; Conversar e fazer massagem enquanto estiver no trocador; Permitir mover livremente as pernas e os braços quando estiver sem fralda; Colocar um dedo na mãozinha do bebê para que o aperte, e se o fizer, erguer a mão para que faça força; Com o bebê deitado de costas, agarrar nas suas mãozinhas e puxar até sentá-lo; Colocar o bebê de barriga para baixo, e empurrar com a mão um pezinho para a frente; Aproveitar o momento da alimentação para conversar e fazer carinhos; Deitar o bebê em posições diferentes; Cuidar do sono do bebê. Procurar que se habitue a dormir com os ruídos habituais, assim como estar com outras pessoas; Mostrar um objeto de cores vivas e mover lentamente para que o siga com o olhar; Soprar em seus pezinhos; Embalar o bebê suavemente e pegar no colo do lado esquerdo e direito. 

1 mês 
Repetir alguns sons: "aaa", "ggg", "bbb"; Segurar em suas mãozinhas e junte-as e separe-as; Esticar e dobrar suavemente as pernas do bebê, movendo-as para cima e para baixo; Deixar de barriga para baixo durante alguns breves momentos; Permitir brincar com a água durante algum tempo, agarre-o para que se sinta seguro; Oferecer algum objeto que ao tocá-lo emita som; Mostrar um objeto, e quando estiver fixado o olhar nele, mova-o lentamente; Mostrar dois objetos e fazer soar de maneira alternada, esperar que fixe o olhar. 

2 meses 
Enquanto o bebê estiver deitado de barriga para cima, sem roupa ou com roupa leve, mover as pernas como se pedalasse, flexionar até ao abdômen; Ajudar a passar da posição de costas para a posição de barriga para baixo; Passar um dedo pela barriga, desenhar linhas em redor do umbigo, e esperar a sua reação; Ao passear, mostrar objetos, conversar e sorrir; Pendurar em um fio, brinquedos ou elementos de cores e texturas diferentes; Mover objetos e esperar que os siga; Chamar pelo nome e dizer também os nomes das outras pessoas; Deixar escutar os ruídos que faz enquanto trabalha; Entregar um chocalho. Ensinar a segurá-lo e a fazer o barulho que o objeto faz quando o movimentar em diferentes ritmos. 

3 meses 
Brincar e cantar: ‘Palminhas, palminhas, nós vamos bater; depois as mãozinhas para baixo esconder. Para cima, para baixo nós vamos bater, depois as mãozinhas para baixo esconder’; Por a chupeta na mão para que ele a leve à boca; Jogar às escondidas tapando o seu rosto ou o do bebê com a fralda, e mostrar contentamento quando os destapa; Oferecer para explorar algum objeto do cotidiano que chame sua atenção; Permitir tocar em diferentes objetos que lhe atraiam a atenção durante um passeio; Repetir os sons que o bebê emite, cantar, e se ele também fizer, imitar o seu canto; Levantar os pezinhos até que os possa ver e brincar com eles; Pegar os dedos do pé, começar pelo mindinho e terminar pelo polegar, cantar: ‘Aqui, a pombinha pos o ovo, este ela olhou, este ela pegou, este ela salgou, este ela fritou, e este mais gordinho, ela comeu inteirinho! Comeu, comeu, comeu’; Colocar de barriga para baixo para que se possa exercitar a levantar a cabeça e o peito. 

4 meses 
Brincar de ‘O avião’. Levantar o bebê devagar, sem fazer movimentos bruscos, até posicioná-lo por cima de nossas cabeças. Então, girar o bebê sobre nós mesmos e andar por todo o espaço que nos encontramos. Enquanto isso, imitar o barulho do motor do avião e anunciar com alegria as coisas que vemos pelo trajeto; Com o bebê deitado de costas, segurar nas pernas para que fiquem esticadas. Colocar a outra mão debaixo da cabeça e levantá-lo para que ele possa fazer força e se sentar; Enquanto estiver de costas, estimular para que movimente com as pernas algum objeto que provoque som; Colocar o bebê de barriga para baixo, brincar e animá-lo para que endureça o corpo, excitá-lo a fazer força com os seus braços; Colocar um brinquedo que o bebê possa morder; Não deixar o bebê permanentemente no mesmo lugar; Colocar uma fralda sobre o seu rosto para que a retire; Deixar cair um objeto em frente dos seus olhos para que veja onde caiu; Enquanto se alimenta, sorrir e falar tentando ser expressivo, cantar e limpar o rosto com suavidade e expressar a sua alegria se ele comer bem; Durante o banho, permitir brincar, mover-se, fazer ruído com a água, mover as perninhas e os braços. 

5 meses 
Oferecer a possibilidade de descobrir novos objetos: recipientes, uma garrafa plástica bem fechada com um objeto dentro, uma colher de madeira, brinquedos com música, etc; Repetir os sons que o bebê faz; Falar e pronunciar os nomes das pessoas e coisas: "papá", "bebê", "água", etc; Esconder objetos da sua vista, tapar com algo que o bebê possa levantar. Cobrir parcialmente algum objeto e mostrar alegria quando o destapar; Antes do banho e ao despi-lo, permitir brincar com o seu corpo sem roupa e estimular para que faça exercícios; Tentar que se agarre nos seus dedos para sentar-se; Enquanto estiver de barriga para baixo, colocar algum objeto vistoso diante dele e ver se ele levanta os braços e a cabeça para agarrá-lo; Fazer a introdução de alimentos com alegria e paciência. 

6 meses 
Brincar de ‘A gangorra’ Colocar o bebê sentado em seu colo e movimentá-lo para baixo e para cima. Cantar: ‘Serra serra serrador, serra o papo do vovô, eu de cá, você de lá, vamos serrar, serrou!’; Brincar de ‘Upa, upa, cavalinho’ e cantar: upa, upa, cavalinho, corre, corre, ligeirinho. Ao brincar, colocá-lo no colo. Ele deverá ficar sentado em cima de suas pernas, virado para você. Segurar pelas mãozinhas ou por baixo de seus braços. Ao cantar, movimentar a perna para cima e para baixo, fazendo o pequenino pular. Bater palminhas com as mãozinhas do bebê enquanto brincar; Brincar de ‘O elevador’: Pegar o bebê por baixo de suas axilas e segurar na altura do seu rosto, enquanto isso, falar carinhosamente com ele e anunciar que irão brincar de elevador. Alternadamente dizer: ‘O elevador soooobe’, e o levantar acima de sua cabeça. Depois, acrescentar: ‘O elevador deeeeesce’, e o fazer descer até os seus joelhos; Pendurar chaves e outros objetos em um fio e movê-los. Nesta altura a criança já pode seguir com o olhar os objetos que se movimentam rapidamente; Brincar de ‘Luzinhas’. Pegar a lanterna e tampar o foco com papel celofane. Deixar o quarto do bebê com pouca luz e sentar ao lado dele. Acender a lanterna e chamar sua atenção para que a luz possa projetar no teto ou na parede, mas sempre bem á vista do bebê. Quando tiver certeza de que ele está vendo a luz colorida, mexer aos poucos a lanterna para que o pequenino siga seu movimento com o olhar. Colocar a chupeta em sua mão ao contrário, de tal maneira que ele tenha que virar a chupeta para colocá-la na boca; Repetir todos os sons e gestos que o bebê fizer; Segurar a mão do bebê na mamadeira para que ele acostume a segurá-la; Começar a ensiná-lo a segurar uma escova de dentes. Deixar brincar com ela; Durante o banho ou a muda da fralda, acariciá-lo e deixar que ele a acaricie com as mãos e os pezinhos. 

7 meses 
Cantar, rir e fazer cócegas, pegar no colo e dançar com ele; Em frente a um espelho, olhem-se e apontem um para o outro; Falar com expressões diferentes (alegria, pena), e imitir gestos com o rosto e mãos; Repetir sílabas ("ma", "ta", "pa", etc.). Pronunciar as palavras "mamã", "papá". Mostrar nas páginas de um livro objetos conhecidos e dizer os nomes das imagens, de forma correta e pausada; Deixar manusear um livro; Levar para passear; Esconder um objeto que ele gosta perto de onde possa descobri-lo e esperar a sua reação. Se não o descobrir, faça-o por ele; Fazer massagem com algodão, esponja ou escovinha para noção corporal. 

8 meses a 1 ano e meio 
Brincar de ‘Ondinhas’. Colocar o bebê na banheira ou em uma pequena piscina, e ensinar a bater as mãozinhas na água para formar ondinhas; Brinca de pular obstáculos; Brincar com marionetes. Contar histórias e cantar. Explorar a imaginação; Dar um banho divertido; Mostrá-lo fotos grandes e vistosas de animais, carros e pessoas. Explicar o que são e o que fazem; Brincar de túnel; Fazer uma montanha com algumas almofadas, peças de roupas e edredons para que inicie uma escalada; Brincar de caixas mágicas. Arranjar 3 caixas pequenas de diferentes tamanhos para colocar umas dentro das outras. Ensiná-lo a retirar uma caixa de dentro da outra e a recolocá-las como estavam para que ele possa fazê-lo sozinho. Dentro da caixa menor, deixar alguma surpresinha; Brincar de pega-pega engatinhado; Brincar com caixas de papelão; Folhear livros (capa dura / plástico ou pano) e revistas; Ouvir pequenas histórias (livros e gravuras); Música com gestos; Brincar com a língua, barulhos, repetição de sílabas / onomatopéias; Trabalhar com os sentidos: visão (esconder e encontrar objetos, vídeos, livros...) Uso do espelho: ver a si e ao outro; Trabalhar quantidade: muito / pouco, cheio / vazio, mais / menos; Tinta caseira; Cartões de linguagem; Trabalhar com os sentidos: Tato (textura, peso, temperatura); Brincar de ‘estica e puxa’. Sentar com o bebê no chão e entregar um pedaço de pano a ele. Segurar o pedaço de pano pela outra extremidade e tirar delicadamente, dar pequenos puxões e afrouxar de vez em quando. O pequenino deverá notar que se trata de uma brincadeira; Brincar de ‘lenço sem fim’. Com meia dúzia de lenços, dar um nó em cada lenço, um atrás do outro para formar uma fileira. Colocar os lenços amarrados dentro de um casaco ou camiseta e deixar que apareça a ponta por cima da gola. Convidar o bebê a tirar e, caso não faça, começar a tirar nós mesmos para que ele continue a brincadeira; Brincar de chuva de papel; Cantar músicas na qual possa incluir os nomes do bebê; Brincar de fazer arte com mingau; Brincar com massa de modelar caseira; Trabalhar com semelhanças e diferenças; Comparar objetos quanto a forma, tamanho e cor; Dobrar, amassar e rasgar papéis; Observar fotos e revistas (identificar objetos, pessoas e lugares); Trabalhar com os sentidos: olfato; Trabalhar partes do corpo; Separar objetos em caixas / classificação (ajudar a arrumar); Brincar com sucata; História com fantoches; Trabalhar com os sentidos: audição (sons produzidos com objetos e o corpo); Jogos de encaixe; Guardar objetos em diferentes tamanhos de caixas; Realizar atividades que explorem: junto / separado (com o corpo, gravuras, fotos); Fazer ruídos com a boca (beijo, som do índio, estalar língua...); Trabalhar com os sentidos: paladar; Brincar de faz de conta (panelinha, carrinho, boneca, telefone...); Empilhar objetos (até 3 objetos); Realizar atividades que explorem: por cima / por baixo (c/ o corpo, gravuras, fotos); Batucar, bater palmas, tocar instrumentos; Deslocar-se no espaço de diferentes maneiras e com diferentes graus de autonomia (rolar, arrastar, engatinhar, pular, andar, correr, escorregar e saltar); Explorar e controlar os movimentos corporais; Desenvolver memória musical; Dançar ao tocar uma música; Incentivar e permitir a fala da criança em todas as atividades, falando corretamente com a criança, para que ela possa ampliar o vocabulário.

Através das brincadeiras que as crianças aprendem, usam a imaginação, relacionam com os que o cercam, conhecem o ambiente ao seu redor, desenvolvem sua coordenação motora, suas habilidades visuais e auditivas. 

CURTA O APRENDER - https://www.facebook.com/eliaspatricia/

NÃO ESQUEÇA DE COMENTAR!