quinta-feira, 26 de outubro de 2017

CULINÁRIA / BISCOITOS DE NATAL

O tempo passado na cozinha, lado a lado com os seus pequenos cozinheiros, pode ser muito divertido e a melhor receita para uma tarde de sábado chuvosa! Em simultâneo, é uma escola saborosa bem disfarçada:
  • Matemática: seja partir três ovos ou medir meio litro de leite, será uma excelente forma de aprender a contar e/ou aperfeiçoar os conhecimentos dos números, medidas e quantidades.
  • Cultura: as receitas são, não raras vezes, uma viagem pelo mundo e uma forma engraçada de entrar nas casas e cozinhas de outros povos, abrindo as portas para conversas sobre costumes, línguas e paladares diferentes. Aproveite ainda para ensinar às crianças as receitas que mais marcaram a sua infância e porquê!
  • Organização: cozinhar é uma excelente lição de planejamento e organização – antes de começar, veja a receita com a criança e verifiquem se têm todos os ingredientes necessários, saindo para comprar o que falta. De regresso à cozinha, preparem os utensílios e ingredientes, colocando tudo em cima da bancada de forma ordeira, depois é só distribuir tarefas!
  • Seguir as indicações: por norma, uma receita bem-sucedida exige o cumprimento rigoroso de cada passo, o que é uma boa aprendizagem para projetos que requerem um princípio, meio e fim para serem bem executados. Mas já sabe, as crianças ficam facilmente excitadas e distraídas, por isso, pode ter de repetir instruções várias vezes!
  • Responsabilidade: a atribuição de uma tarefa na cozinha – adequada a cada idade – é muito importante para as crianças. Uma vez terminada a receita, não se esqueça de envolver os pequenos na limpeza da cozinha, igualmente relevante!

BISCOITOS DE NATAL

3 ovos
500g de farinha de trigo
300g de açúcar
250g de margarina
2 colh. (chá) de fermento em pó
essência de baunilha

Misturar todos os ingredientes. Abrir em superfície enfarinhada.Corte com cortador próprio para biscoitos e pincele com ovos batido (caso não for usar o glacê). Enfeite com açúcar cristal ou confeitos coloridos e leve para assar em forno pré aquecido em forma untada e enfarinhada. Glacê 1 clara 1 ¼ xícara de açúcar de confeiteiro corante alimentício Numa vasilha pequena bata a clara até que espume. Acrescente o açúcar aos poucos até obter um glacê branco. Adicione o corante que desejar (poucas gotas) e decore os biscoitos com a ajuda de um saco de confeitar com bico fino. Deixe o glacê secar bem antes de guardar os biscoitos. Guarde em potes ou vidros bem fechados.

Placas: Hábitos e Atitudes






























SANDUÍCHES DIVERTIDOS


(CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR)

SUGESTÃO DE RELATÓRIO INDIVIDUAL


 “Você criança, que vive a correr, é a promessa que vai acontecer... 
é a esperança do que poderíamos ser...
é a inocência que deveríamos ter...
Você é a criança, que um dia vai crescer!
É a promessa, que vai se realizar!
É a esperança da humanidade se entender!
É a realidade que o adulto precisa ver...
e também aprender a ser...” 
(Lauro Kisielewicz)

        Com base nos objetivos trabalhados no decorrer desse semestre, foi possível observar que Ana é uma criança muito tranquila, meiga e esperta. Por ser a criança mais jovem da turma gosta de imitar suas amigas em brincadeiras livres, tendo preferência em brincar com as meninas, no entanto, interage muito bem o grupo. É muito mimada por todos e protegida por suas amigas.
        Durante as atividades propostas, procura fazê-las sempre com muito capricho, mostrando para a educadora e ficando a espera de receber elogios. Paciente e dedicada, trabalha facilmente com todos os tipos de materiais sugeridos, porém demonstra certa insegurança na execução de algumas atividades, manifestando o choro em alguns momentos, mas calmamente é tranquilizada e volta a interagir com o grupo.
        Aprecia as aulas de artes, onde executa os recortes e colagens com bastante capricho; prefere as atividades mais complexas, que exigem maior esforço, ficando triste quando acaba rápido. Ainda não possui muita habilidade com a tesoura, no entanto, se esforça para concluir os recortes, não aceitando ajuda da professora, o que demonstra certa autonomia e independência.
       Adora expressar-se corporalmente através da música e dança. Nas brincadeiras explora todos os brinquedos com agilidade tendo preferência pelo balanço. Ana está em pleno desenvolvimento motor, onde brinca, pula e corre, com bastante desenvoltura. Observa os livros com interesse e reconta as histórias com entusiasmo.
       Na linguagem oral, comunica-se de forma clara e objetiva, fazendo-se entender em seus desejos e necessidades. Reconhece algumas vogais, sabendo nomeá-las. Participa das atividades de raciocínio lógico matemático contando oralmente e identificando alguns numerais.
        Aceita bem as Regras do Grupo, no entanto, ainda deseja atenção diferenciada para si, solicitando que sejam atendidos todos os seus desejos. Estamos trabalhando neste sentido, pois o egocentrismo ainda é presente, típico de sua idade, onde pensa que tudo gira ao seu redor e tem a ver com suas vontades. Faz-se necessário respeitar o tempo de cada criança, pois cada ser é único, dotado de transformação com o meio em que vive.
     Concluindo, Ana participou de todos os projetos que foram realizados nesse primeiro semestre, demonstrando maior interesse pelo da “FAMÍLIA”.
         Seu jeito meigo e sorriso encantador conquistam a todos!

AGRADEÇO A CONFIANÇA DEPOSITADA EM MIM, NA ESCOLA E PARCERIA DA FAMÍLIA. COM CARINHO, PROFª...  

SE GOSTOU, APROVEITE PARA COMENTAR!

ACESSE A FANPAGE APRENDER
https://www.facebook.com/aprenderecia.oficial/

VOCÊ NÃO PODE SER MINHA PROFESSORA...

Vídeo sobre o desafio de educar no século XXI

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

NÃO ESQUEÇA DE COMENTAR!