quinta-feira, 31 de julho de 2008

Brincadeiras Folclóricas


Nós, também já fomos crianças e já tivemos nossos momentos de pura alegria guiados pela singeleza de divertimentos e brincadeiras infantis que despertaram nossos sentimentos mais nobres. Jogos e brincadeiras são atividades básicas que, contribuem para o desenvolvimento motor, emocional e social de nossas crianças, mas que também podem servir como uma espécie de laboratório, onde se praticam e se aprendem as regras da sociedade com a qual vivemos e para a qual devemos apresentar nossa parcela de contribuição, aprendendo a interagir como um "ser social" que coopera e sabe competir.

As brincadeiras e os jogos infantis contém uma série de valores que, através dos tempos, foram sendo selecionados de forma natural por diversas gerações, guardando relações de ajustamento à época e ao meio. O aprendizado desses costumes pela criança propicia além da liberação de energia, à expansão da criatividade, fortalecendo a sociabilidade e estimulando a liberdade.

BRINCADEIRAS QUE RESISTIRAM AO TEMPO:

AMARELINHA


BARRA-MANTEIGA

CABO DE GUERRA

CABRA CEGA

Brincadeira que consiste em vendar uma criança que passará a perseguir outros amiguinhos que participam da brincadeira, para colocá-la em seu lugar.


PASSA, PASSARÁS

Escolher dois participantes para serem “ouro” e “prata”, respectivamente. Nenhum dos outros participantes poderá saber quem é “ouro” ou “prata”.

“Ouro” e “prata” ficam diante um do outro, de mãos dadas, formando um arco – a “ponte”. Os outros jogadores marcham, passando sob a “ponte” cantando:

“Passarás, não passarás

Algum deles há de ficar,

Se não for o da frente,

Será o de trás.”

Na palavra “trás”, “ouro e prata” abaixam os braços e aprisionam o último da fila, a quem devem fazer a seguinte pergunta:

“Que prefere, ouro ou prata?” Conforme a resposta, o participante se coloca atrás de “ouro” ou de “prata”. A resposta deve ser dada em voz baixa, para que os outros do grupo não percebam quem é “ouro” e quem é “prata”. Novamente a ponte é levantada e o grupo recomeça a cantar, enquanto passa sob o arco.

Depois que todos forem aprisionados, formam duas filas, encabeçadas pó “ouro e prata”, que ficam de mãos dadas. Os demais jogadores, com os braços em torno da cintura do companheiro da frente, formam duas cadeias, inicia-se então a luta: cada grupo tenta obrigar o outro a transpor uma linha riscada entre “ouro e prata”. O grupo que conseguir é o vencedor.


PASSAR ANEL

Sentados numa roda o grupo tira a sorte para ver quem vai passar o anel. Todos devem unir as palmas das mãos e erguê-las na sua frente. Quem ganhou na sorte deve segurar o anel entre as palmas das mãos e passar as suas mãos pelas mãos dos componentes do grupo deixando o anel nas mãos de alguém que ele escolher, mas deve continuar fazendo de conta que continua passando o anel até o último do grupo.

Ao final pergunta a um dos participantes onde está o anel? Se este acertar ele será o próximo a passar o anel. Se errar, quem recebeu o anel é que passará, começando novamente a brincadeira.


JOGO DO FRADE

Bento, que Bento? - Frade!

Na boca do forno. - Forno!

Fazer um bolo. - Bolo.

Fazer o que seu mestre manda?

Faço, sim senhor!

Ir buscar...(qualquer coisa que se mande...). O último a chegar apanha um bolo.

5 comentários:

  1. GOSTARIA DE VER BRINCADEIRAS RELACIONADAS A CRECHE. ATUALMENTE ESTOU TRABALHANDO COM CRIANÇAS DE DOIS ANOS COMPLETOS.
    OBRIGADA!

    ResponderExcluir
  2. bom eu sou vinha...faço o 1°ano do curso normal(formação de prefessores)e tenho um trabalho sobre brincadeiras folcloricas... eu queria ver brincadeiras antigas que ninguem conhece...
    Obrigado...!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Acabei de concluir um projeto no qual me empenhei nos últimos dias: O Manual de Educação Fisica e Recreação.

    Este manual contém mais de 350 atividades recreativas, desde brincadeiras ao ar livre, dinâmicas de grupo, cantigas de roda e tarefas para gincana. É uma obra amadora, porém, está muito bem elaborada e seu conteúdo é extremamente rico.

    Modéstia à parte, o manual que eu criei é um item obrigatório em qualquer instituição de ensino ou organização que desenvolve atividades com crianças e adolescentes., pois é um verdadeiro almanaque de recreação e tem absolutamente tudo que alguém precisa para promover qualquer tipo de atividade recreativa, para todas as idades.

    Espero que faça bom uso do manual.

    ACESSE e deixa a sua opinião:
    http://brincadeirasderua.zip.net

    ResponderExcluir
  4. não conseguimos ver as imagens por isso dificultou nossa pesquisa!
    brenda
    bruna
    pamela!!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, com tanta modernidade, somente quando vamos fazer as pesquisas para nossos filhos que voltamos ao tempo....que bom saber que ja brinquei tanto com estas brincadeiras folcloricas, e que no mundo de hj somente o mundo da informatica tem sua vez....mas, nunca da para esquecer o passado e repassar um pouco para nosssos filho.Obrigada.leitora de Minas Gerais.

    ResponderExcluir

NÃO ESQUEÇA DE COMENTAR!