quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

SUGESTÃO PROJETO ADAPTAÇÃO

 QUE TAL INCLUIR NO PROJETO ADAPTAÇÃO MASSA DE MODELAR CASEIRA?

 2 xícaras (cerca de 250 ml) de farinha de trigo;
 1 xícara (cerca de 125 ml) de sal;
 água suficiente para dar consistência de pão à massa (pouco mais do que 1 xícara);
 2 colheres de sopa de óleo comestível.
    Corante comestível de várias cores. 

ATIVIDADES PROJETO ADAPTAÇÃO

(clique nas imagens para ampliar)

Para refletir: ADAPTAÇÃO

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)

SUGESTÕES PROJETO ADAPTAÇÃO






terça-feira, 29 de dezembro de 2015

ARTE COM PEDRAS

(CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR)

ANIMAIS DE ROLHA

SUGESTÃO DE LEMBRANÇA

BRINCADEIRAS DE FÉRIAS...

(clique nas imagens para ampliar)

Programação Colônia de Férias

PROGRAMAÇÃO COLÔNIA DE FÉRIAS – JANEIRO 2016 -
PROJETO: ÁLBUM DE FÉRIAS 
SEMANA DE:
CONFECÇÃO DO ÁLBUM DE FÉRIAS E PRODUÇÃO PARA O MURAL DE ENTRADA
CULINÁRIA: FRUTAS NO PALITO
OFICINA DE ARTES: PINTURAS
HORA DO CONTO
SESSÃO DE CINEMA
BRINCADEIRAS E JOGOS
GINÁSTICA COM MATERIAIS: BOLAS, ARCOS, CORDAS, COLCHONETES
MÚSICAS DE VÁRIOS ESTILOS
DESFILE MODA PRAIA E BANHO DE MANGUEIRA: TERÇA-FEIRA TRAZER: ROUPA DE BANHO, PROTETOR E TOALHA IDENTIFICADOS
TARDE COM LANCHE COLETIVO: QUARTA-FEIRA - SUCOS DE FRUTAS / PASTEL DE QUEIJO E DE BANANA TRAZER:_____________________________
DIA DO AMIGO NA ESCOLA: QUINTA-FEIRA – CONVIDAR UM AMIGO DA MESMA IDADE PARA PARTICIPAR DA COLÔNIA NA ESCOLA (*preencher ficha de identificação na secretaria)

PROGRAMAÇÃO COLÔNIA DE FÉRIAS – JANEIRO 2016 -
PROJETO: ÁLBUM DE FÉRIAS 
SEMANA DE:
CONFECÇÃO DO ÁLBUM DE FÉRIAS
CAÇA AO TESOURO
CULINÁRIA: PICOLÉ
OFICINA DE ARTES: SUCATAS
TEATRO DE FANTOCHES
DANÇAS ANIMADAS
SALÃO DE BELEZA
BANHO DE PISCINA: TERÇA-FEIRA TRAZER: ROUPA DE BANHO, PROTETOR SOLAR E TOALHA IDENTIFICADOS
TARDE COM LANCHE COLETIVO: QUARTA-FEIRA - LEITE COM FRUTAS E BISNAGUINHA COM REQUEIJÃO TRAZER:____________________________
JOGO DE FUTEBOL E DESFILE: QUINTA-FEIRA - TIME DE FUTEBOL PREFERIDO

PROGRAMAÇÃO COLÔNIA DE FÉRIAS – JANEIRO 2016 -
PROJETO: ÁLBUM DE FÉRIAS 
SEMANA DE:
CONFECÇÃO DO ÁLBUM DE FÉRIAS E PRODUÇÃO DO MURAL DE ENTRADA
CULINÁRIA: GELATINA COLORIDA
OFICINA DE ARTES: DOBRADURAS
MOMENTO DE LEITURA COM GIBIS
MÚSICAS INFANTIS
GINÁSTICA DE VERÃO
PINTURA FACIAL
BANHO DE PISCINA: TERÇA-FEIRA TRAZER: ROUPA DE BANHO, PROTETOR SOLAR E TOALHA IDENTIFICADOS
TARDE COM LANCHE COLETIVO: QUARTA-FEIRA – SALADA DE FRUTAS COM SORVETE TRAZER:_____________________________________________      DESFILE DE BONECOS E BONECAS: QUINTA-FEIRA – TRAZER UM BRINQUEDO IDENTIFICADO

PROGRAMAÇÃO COLÔNIA DE FÉRIAS – JANEIRO 2016 
 PROJETO: ÁLBUM DE FÉRIAS
SEMANA DE:
CONFECÇÃO E FINALIZAÇÃO DO ÁLBUM DE FÉRIAS
CULINÁRIA: SACOLÉ
OFICINA DE ARTES: MODELAGEM
HORA DO TEATRO
GINÁSTICA DE VERÃO
SESSÃO DE CINEMA COM PIPOCA
BRINCADEIRAS E JOGOS
DESFILE MODA PRAIA E BANHO DE MANGUEIRA: TERÇA-FEIRA – TRAZER: ROUPA DE BANHO, PROTETOR SOLAR E TOALHA IDENTIFICADOS
TARDE COM LANCHE COLETIVO: QUARTA-FEIRA – SUCO DE FRUTAS E BOLO FORMIGUEIRO TRAZER:__________________________________________
QUINTA E SEXTA-FEIRA - PROJETO VIVER, INTEGRAR E APRENDER!
DIA DE RECEBER OS NOVOS AMIGOS MATRICULADOS EM 2016! OS ALUNOS DA COLÔNIA PODERÃO PARTICIPAR JUNTAMENTE COM AS PROFESSORAS E AUXILIARES DE SUAS TURMAS.

Utilize as sugestões não esquecendo de dar os créditos, ok? Se gostou, comente...

MÚSICA COM ARTE...

O AVIÃO
Toquinho
Sou mais ligeiro que um carro,
Corro bem mais que um navio.
Sou o passarinho maior
Que até hoje você na sua vida já viu.
Vôo lá por cima das nuvens,
Onde o azul muda de tom.
E se eu quiser ultrapasso fácil
A barreira do som.
Minha barriga foi feita
Pra muita gente levar.
Trago pessoas de férias
E homens que vêm e que vão trabalhar.
Dentro eu não faço barulho,
Fora é melhor nem pensar.
Voando pareço levinho,
Mas sou mais pesado que o ar.



Venha voar comigo, amigo.
Sem medo venha voar.
De dia tem o sol brilhando,
De noite quem brilha é o luar.
Venha voar comigo, amigo.
Sem medo venha voar.

Em dia nublado não fique assustado

Que eu tenho radar.
Se às vezes balanço um pouquinho
É o vento querendo brincar.Se chove chuvisco fininho
São nuvens tristonhas a choramingar.
Se você me vê lá no alto
Voando na imensidão,
Eu fico tão pequenininho
Que caibo na palma da mão.

Criando nas férias...

Desenho utilizando tampa plástica como moldura

Iniciando o ano letivo...

Vamos conhecer nossos alunos!

Após as festas do final do ano e das férias, voltamos ao mais importante: reiniciar o ano letivo. Nesse processo, nos deparamos com várias ações; entre elas, conhecer alunos novos. Esse é o primeiro passo a ser dado pelo professor no início do ano, seja ele um professor da Educação Infantil ou do Ensino Fundamental. Educar um aluno, desconhecendo o seu modo peculiar de ser, seu individualismo, sua personalidade, significa não só ser incapaz de contribuir para o seu desenvolvimento, como pode, por vezes, distorcer o seu crescimento, matando o gérmen de inúmeras capacidades e qualidades que poderiam ser cultivadas. Todo aluno tem suas características pessoais, sua história de vida, seu ambiente familiar e social, que devem ser conhecidos, respeitados e compreendidos. Compreender cada aluno, aceitá-lo tal como ele é, com suas qualidades e seus defeitos, ajudá-lo a vencer suas dificuldades, a adaptar-se ao seu grupo, a crescer e amadurecer: tudo isso, feito com firmeza, conhecimento, carinho e paciência, é o papel primordial do professor. Mas o professor não é um psicólogo, não tem preparação técnica para interpretar a personalidade de cada aluno. Além disso, tem diante de si uma classe numerosa, uma programação extensa a ser cumprida durante o ano. Como conciliar essas dificuldades? Como realizar, na prática, esses conceitos básicos tão conhecidos de todos nós? Os contatos constantes com os pais e a observação do aluno durante o ano são os meios mais eficazes para atingir essa meta.

O contato constante entre pais e escola é muito necessário.

Reuniões de pais, entrevistas pessoais, festas escolares, palestras e boletins informativos sobre o rendimento escolar e a conduta da criança são os meios mais utilizados para manter vivo esse relacionamento entre pais e professores. O professor terá a oportunidade de conhecer os pais, suas atitudes, seus valores na vida, seus desejos, seu relacionamento com os filhos e compreenderá, então, muitas das reações das crianças, fruto dessas atitudes e desses valores. Esse contato, sem dúvida alguma, enriquece muito a oportunidade educacional da criança. Mas lembremo-nos de que, se, de um lado, o professor tem seu tempo material limitado, também os pais têm suas ocupações e obrigações. Para eles, vir à escola é um esforço que deve ser recompensado. Planejar, portanto, o número de reuniões, entrevistas e palestras para o ano todo, procurando equilibrá-las — para não sobrecarregar o professor; para não solicitar em demasia os pais —, é essencial. Vamos planejar a programação anual e preparar detalhadamente cada entrevista, cada reunião, aproveitando ao máximo as oportunidades desses encontros.

ARTE NAS FÉRIAS...


(CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR)

Muita paz para todo mundo...

Janeiro – 2016
Bom-dia, 2016!
Legal que você veio.
Vamos entrando, a casa é sua.
Pode ficar bem à vontade.
Sente aí, vamos conversar.
Ah, que bom, de verdade!
Acho lindo você assim,
todo de branco,
com esse ramo verde na mão
e esse olhar, tão lindo...
Esperança de paz.
Muito boa essa ideia,
ma-ra-vi-lho-sa!
Acho que seremos grandes amigos.
Sabe, 2016, meu amigo,
você vê quanta guerra
em todo canto,
em tantos países e regiões.
Guerra de todo tipo,
guerra por causa disso e daquilo.
Guerra grande e guerra pequena.
Guerra, guerra e mais guerra!
Ah, 2016 querido!
Que você seja um ano de paz,
muita paz, no mundo inteiro.
Paz para todos os povos.
Paz também no Brasil.
Paz nas famílias,
no trabalho, nas ruas.
Paz no campo e na cidade.
Paz dentro do coração
e da alma da gente.
Paz, muita paz,
de dia e de noite,
todos os dias da semana,
do mês, do ano,
sempre e em todo lugar.
Você sabe, 2016:
paz não é só
quando não há guerra.
Isso seria muito bom,
maravilhoso,
mas paz é muito mais,
bem mais que isso.
Paz é alegria, é festa,
é gente feliz.
Paz é todo mundo
tendo o que comer,
é roupa para vestir,
é saúde, escola, trabalho.
Paz, 2016,
é a gente poder ser gente,
é dignidade,
respeito, amor.
Paz é a gente poder sorrir,
brincar, viver.
Paz é tanta coisa boa...
Venha, 2016, me dê a mão.
Vamos fazer uma prece.
Ah! E vamos convidar
todas as crianças,
os jovens e os adultos.
De mãos dadas
e com o coração em festa,
junto com todas as pessoas
que amam a paz,
sonham com a paz,
trabalham e lutam
em favor da paz,
vamos pedir a Deus:
“Pai querido
que estais no Céu
e que estais
também na Terra:
dai-nos a paz
e a vossa bênção.
Fazei de todos nós,
neste e em todos os anos
da nossa vida,
instrumentos de vossa paz.
Assim seja”.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

O PAPEL DA ESTIMULAÇÃO NO BERÇÁRIO

Em nenhum outro período de sua existência os seres humanos experimentam um desenvolvimento tão intenso como nos primeiros anos de vida.
Basta ver o salto que ocorre de 0 a 1 ano, quando os bebês começam a dar seus passos iniciais. Por isso, é importante não perder nenhuma oportunidade para participar desse crescimento, criando situações propícias e promovendo a estimulação. Eles têm necessidades específicas e características próprias que devem ser consideradas. 
No entanto, estimular bebês não é como ensinar crianças maiores. Os bebês aprendem de um modo muito diverso, principalmente pelos mecanismos da repetição, da imitação e da exploração sensorial, por meio do brincar. Exatamente por isso, os bebês podem atender a longos períodos de concentração desde que estejam envolvidos em algo de seu interesse. 
Os bebês crescem fisicamente, praticando exercícios motores; perceptivamente, desenvolvendo o pensamento e o conhecimento na solução de problemas; verbalmente, adquirindo comunicação receptiva e expressiva; psicologicamente, descobrindo sua própria identidade; socialmente, aprendendo a conviver com "amigos". Daí a importância do trabalho realizado no berçário. 
Nessa fase, é especialmente oportuno que os pais acompanhem o trabalho realizado pela escola, para que compreendam a extensão das atividades propostas.

O rolo possibilita a tonificação da musculatura dos braços e da musculatura dorsal do bebê, a fim de prepará-lo para o sentar.

Bolas na banheira – Trabalha-se o desenvolvimento da coordenação visual e motora, pois, para apanhar a bolinha dentro da água, o bebê necessita adequar o movimento a cada instante, uma vez que as bolas mexem-se constantemente.
Rolar é a primeira forma de deslocamento global do bebê, movimento que requer a integração da musculatura dos dois lados do corpo.

A Bola de Bobath possibilita o fortalecimento da musculatura dorsal e abdominal. Quando o bebê está sobre a bola, busca estabilidade e precisa ajustar-se a cada instante. Estes “ajustamentos” possibilitam a busca pelo equilíbrio corporal.

Cobertor – O “arrastar” sobre o cobertor possibilita o ajustamento do corpo na posição sentada, pois, quando o cobertor é puxado, o bebê contrai a musculatura necessária para manter-se em equilíbrio.

Lanterna - Usando a lanterna, pode-se explorar a coordenação visual e espacial, em que o bebê terá que acompanhar com os olhos o espaço por onde o ponto luminoso irá passar. O bebê tenta “pegar” o ponto de luz, o que possibilita também o trabalho de coordenação visual e motora.
LEIA  OUTROS POST NO GRUPO APRENDER


NÃO ESQUEÇA DE COMENTAR!

TÉCNICAS DE ARTES

Que bichos você vê?

Que bichos você vê?

Imagem curiosa...

Imagem curiosa...

Pode?

Pode?

.